01

Oct 2007

Eucaliptos

Existe um lugar que eu chamo de bosque, mas as pessoas costumam chamar simplesmente de ‘Os Eucaliptos’, ou o Zóca.

Existe ainda, hoje fisicamente, mas logo só existirá em lembrança. Por um tempo na lembrança de muita gente, mas logo a lembrança desvanece, e vai sobrar só no meu coração. Alguns detalhes, como a forma de algumas árvores, o desenho que o tronco de uma e outra formava, aquele rosto que uma delas parecia ter… isso tudo vai sobrar só aqui, e onde eu tocar.

Não são só os semelhantes que podem tocar o coração, não é por apenas pessoas que o coração desenvolve amor. A saudade não é presente apenas para pessoas… como não são o luto e morte.

Existe um bosque que logo viverá no mundo das lembranças. Mas o mundo das minhas lembranças é vizinho do mundo das fantasias alheias, o mundo das lembranças de quem cria, de quem escreve, é fonte do mundo das fantasias.

 

Aquela árvore que soube de seu assassinato decidiu entregar sua vida antes, abriu-se e começou a chorar lágrimas vermelhas e secas, e o céu não derrabou lágrima para lavar suas lágrimas secas…

 

Que no outro mundo elas sejam eternas. Que da lembrança se tornem fantasia e mito, que se tornem alimento e combustível para poesia e arte.

Possa seu sacrifício, sua morte, ser apenas uma passagem para os reinos imortais.

1 comentário para “Eucaliptos”

  1. O Logo diz:

    Linkei você. Problema?

Responda

envie um e-mail

powered by WordPress

Post RSS | Comments RSS