18

Feb 2008

A ordem do momento

Todo mundo tem seus rituais no dia-a-dia.

A forma como levanta, como come, como pega o garfo, como escolhe a roupa, como toma banho (primeiro lavo a cabeça depois me ensabôo de cima pra baixo, primeiro a mão esquerda depois a direita).

E conforme a vida passa os rituais vão mudando… os valores vão mudando…

Eu dizia que minha vida era um ritual gigante… mas acabou se quebrando em tantos pedaços com o tempo… A nova rotina de pessoa que trabalha…

Mas trabalho eu vou ter sempre, e chegou aquele momento de se lembrar que vão lá uns bons anos nessa nova brincadeira, a “ritualística” antiga nunca mais volta. Então tenho que me adaptar a isso.

Eu já consigo voltar no ônibus sem dormir, já chego em casa com ânimo pra alguma coisa. E a internet está, aos poucos, voltando a ser um jeito de aprender, não só um jeito de fugir do mundo real… eu consigo manter uma conversa… estou voltando a sentir o mundo perto de mim…

Como eu sentia falta disso.

Então, um ‘novo’ ritual, uma nova rotina, se estabelece… e agora só falta deixar fluir o que eu aprendo… e cumprir as promessas que eu me faço…

Bem, a ordem que veio lá da gaveta direita da minha escrivaninha vermelha é compartilhar, é trocar presentes. E esses presentes serão sem custos porque o bolso (direito ou esquerdo, tanto faz) não quer se abrir. =P

Como uma amiga minha diz… vamos lá, matando um dragão por dia.

Responda

envie um e-mail

powered by WordPress

Post RSS | Comments RSS